arquivo

30.09.01

Sábado com Roy e depois bbq na casa do Xico e da Marina. Presença de quase todo mundo que estava aqui, mais o Zé Gonzales que a gente não via há muito tempo. Copiamos os tracks novos do Zé e do Nutz, mixados em Los Angeles pelo Mário Caldato, o mesmo cara que produziu os Beastie Boys, e muitos outros. O Zé recomenda o filme Wave Twisters, com trilha do DJ Q-Bert (entrevista), que mistura scratch com graffiti e animação, algo que poderia ser chamado de visual scratching. No filme, o protagonista, um dentista-espacial, tem que encontrar o seu destino nos "Lost Arts" do hip-hop: scratching, rap, graffiti, e break dancing. Todos os diálogos são scratches e samples. Imperdível... Lost exclusive, um trecho em mp3 de "Calm Attack", do Zé.

Vice mag, always fresh, com Life in Afghanistan.... ao contrário das publicações daqui, que estão num all-time low. Não conseguimos lembrar da última revista que mandou bem por aqui... alguém lembra de alguma? O radar da mídia capta mais ruído do que sinais... Pra depois lhe apresentar o óbvio como novidade, pra prencher espaços entre anúncios, também cada vez piores. Herbert sabe que a parada é "me engana que eu gosto"... E dá-lhe repetecos e chupins...

28.09.01 objetos de desejo

Começando a série "Veículos Exploratórios Ideais"... pelo mais caro: um De Havilland Beaver, avião monomotor clássico que encara qualquer tempo, pode ser adaptado para pousar na água, neve, ou terra, e é muito estiloso. (Com GPS, piloto automático, e bancos de couro, uns US$ 350.000). Só fizeram uns 1650 deles...

Depois, o Land Rover Defender 110, outro clássico que a gente curte e já aprovou em várias viagens overland como São Paulo-La Paz-Porto Velho. Para explorações aquáticas, um Klepper Aerius Expedition seria perfeito. E para os lugares mais remotos onde um veículo motorizado não é recomendado, uma Gary Fisher está de bom tamanho.

Revista nova: The Fader, que se auto-define como a National Geographic do meio urbano. Começou mal, sem pagar fotógrafos, só reembolsando filme, revelação, e despesas. Legal... luz, aluguel, e comida, é tudo de graça mesmo, né?

Mark Ryden admite que não é ele que pinta, e sim um macaco mágico que invade o estúdio dele todas as noites. Seja quem for, manda muito bem.

27.09.01

Dias de edição, produção de fotos, backups, e correria. Terminei o livro. Livros sobre expedições mal-sucedidas são verdadeiras aulas. É sempre bom ter o privilégio de aprender com os erros dos outros. Eu (Ig) particularmente curto muito expedições e gosto quando o tempo fecha. O verdadeiro caráter dos integrantes de uma expedição surge com a equipe no frio, na chuva, e com fome. Ou seja, na roubada. Me lembro de uma cena divertida: um certo apresentador da Globo abrindo o bico em uma expedição de jipe na Amazônia, dizendo que queria um banho e um hotel, lá pelas 3:00hs da manhã, quando estávamos atolados até o pescoço no melechete, um tipo de barro batizado pela sua consistência de meleca+chiclete...

Recomendo o livro. Entre outras revelações interessantes, a National Geographic sai com a reputação bem abalada. Neste release, eles alegam ter descoberto Shangri-lá, ou a lendária cachoeira perdida do Tibet. Na real, os irmãos Gillenwater já haviam estado por lá (Hidden Falls.org) e fotografado a cachoeira. Nesta entrevista eles revelam maiores detalhes, e a desculpa da National Geo, que alegou que por serem os primeiros a medir Hidden Falls a descoberta pertencia a eles não colou. Os chineses também já haviam estado por ali antes, assim como David Breashears e Gordon Wiltsie, que foram abandonados (em 1993) pelos seus carregadores Monpas e sobreviveram comendo a carne de um macaco (morto por uma pantera) que encontraram.

Mas, como a National Geo precisava lucrar vendendo mais revistas e disputando audiência com outros canais como o Discovery, virou uma "descoberta". Quer fazer um trekking em Shangri-lá? Custa US$ 5000, e dá pra ir por essa agência.

A lição? Não custa repetir: don't believe the hype.

25.09.01

Dois dias seguidos de fotos sem tempo para o site. Pra piorar, comecei (Ig) a ler The Last River, (leia trecho) sobre uma expedição ao Tsangpo Gorge (mapa + fotos), no Tibet, e não consegui mais parar. Não terminei ainda, mas estou curtindo bastante. Aparecem alguns personagens que eu já conhecia, como Walt Blackadar, e David Breashears (entrevista), o responsável pelas imagens do filme Everest no formato IMAX. A biografia do David também é muito interessante, apesar dele se revelar tão workaholic que acaba perdendo a esposa... (nesse caso, a nossa dica é encontrar uma esposa que trabalhe com a mesma coisa...)

Lola escreve sobre "Ricos, Famosos, e Infiéis" e sugere o acréscimo de "desinteressantes" ao título. Mais updates mais tarde...

23.09.01

Aniversário do Alê, com festa e muita gente reunida. Amigos... Claudinha, Xico, Marina, Théo, Kishi, Japa, Yellow, Gui, André, Andressa, Marcelo e Cássia, Du, John, e muito mais gente do que daria pra listar aqui. Raro todo mundo se reunir desta forma, e muito especial.

Kids, don't try this at home: adding and subtracting. hoax spread via [speedlink] update: Fábio avisa que tudo não passa de uma brincadeira de primeiro de abril da BME...

21.09.01 PARIS GRAFF EXPO

osGêmeos embarcam hoje para Paris, para participar de exposição coletiva na Galerie du Jour Agnes B. Aliás, uma mega exposição, reunindo além deles: Space Invader, Futura, Zeus, André, Mist, Fafi, e outros. osGêmeos levam esculturas na bagagem, e algumas tiveram que ser modificadas, já que despachar objetos em formato de bombas e morteiros hoje em dia não rola.

Começa amanhã a Rio Eco, uma corrida de aventura em etapas. A gente foi no ano passado, e as nossas fotos estão aqui.

[arquivo]: outubro | novembro | dezembro | janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho (1-15) | junho (16-30) | julho (01-15)| julho (16-31) | agosto (1-12) | agosto (13-23) | agosto (24-31) | setembro (01-13) | setembro (14-20) | últimos updates